Atlético-PR para em Vanderlei e Santos avança com vitória na Libertadores

Ajustar Comentario Impresión

Na sequência, Jonathan recebeu cruzamento de Nikão e bateu de primeira na trave. "Estou muito feliz", explicou Bruno Henrique na saída do gramado. E o Santos está invicto na Libertadores, e não é desses times que encantam. Agora, o time paulista vai enfrentar o Barcelona-EQU nas quartas de final.

A partir daí o Atlético-PR murchou. E ontem, de novo, ele foi dominado, sofreu, e ganhou o jogo. E o time paranaense teria ido para o intervalo pelo menos com a vantagem mínima se não fosse mais uma grande atuação de Vanderlei e um lance de rara felicidade de Lucas Veríssimo. Bruno Henrique, por sua vez, já projetou o confronto contra os equatorianos.

Aos 24, Vanderlei salvou o Peixe três vezes seguidas. Mas ele chutou mal e o goleiro conseguiu fazer o desvio.

Mas foi aos 37 a chance mais clara dos visitantes no primeiro tempo. Após a cobrança, nova cabeçada em direção à meta santista e mais uma intervenção decisiva do goleiro, que praticou a terceira defesa seguida após chute de Guilherme de dentro da área. No rebote, bola sobrou para Sidcley, de frente para o gol e sem goleiro. Em cima da linha, Lucas Veríssimo se jogou e tirou de peito o gol certo do Atlético-PR. Mesmo precisando de dois gols para se classificar, o Furacão esperava o erro do Peixe, o que aconteceu aos montes durante os 90 minutos. E o segundo tempo começou igual. O lateral Sidcley e o meia Lucho Gonzalez chegaram a ser poupados e serão reavaliados por conta de dores. "Equipe teve ótimo desempenho, controlou o jogo, pressionou, criamos chances, o Santos na única bola que eles tiveram eles marcaram, infelizmente o resultado não veio, mas vamos fazer um bom segundo turno no Brasileirão", disse.

Impulsionado por pouco mais de 400 atleticanos, Jonathan, de cabeça, acertou a trave de Vanderlei.

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Alison (Daniel Guedes), Yuri (Jean Mota) e Lucas Lima; Copete (Thiago Ribeiro), Bruno Henrique e Ricardo Oliveira.

GOL - Bruno Henrique, aos 32 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos: ATLÉTICO-PR: Guilherme.